Rondônia, 17 de Agosto de 2017

Servidores ameaçados de demissão caso participem de movimento por soluções no sistema prisional

­O movimento reivindicativo por soluções no Sistema Penitenciário Estadual,  marcado para iniciar no próximo dia 22 - como última alternativa para obter respostas concretas do Governo em relação às condições precárias e desumanas nas unidades prisionais – começa a gerar reações retaliatórias. A denúncia é do Singeperon (Sindicato da categoria).

Durante troca de plantão no feriado da última segunda-feira (12), servidores relataram no livro de registro do Presidio Urso Branco situação na qual foram humilhados e rebaixados pelo gerente do sistema, quando este, no uso da superioridade do cargo, desqualificou a causa da classe ainda tentando intimidar com ameaça de demissão.

O caso foi levado ao conhecimento da Diretoria do Singeperon, que entendeu a postura do gerente como assédio moral, já que se trata de clara tentativa de humilhar, intimidar e rebaixar os subordinados.  A Diretoria da Entidade destaca que a decisão da categoria pelo movimento por soluções no Sistema Penitenciário, a ser realizado nos próximos dias 22, 23, 24, 25 e 26, não tem intensão de gerar desordens ou incitar desrespeito às autoridades deste Estado.  “Visa, justamente, o restabelecimento da ordem no sistema penitenciário rondoniense, que chegou ao ponto do caos  e de condições totalmente desumanas”, completou o Presidente do Singeperon Anderson Pereira.

Segue a transcrição do relato no livro de registro do Urso Branco:

“Registro para conhecimento do Diretor Geral desta unidade que compareceu hoje [dia 12], por volta das 15 horas, senhor Gerente do Sistema Adriano Fortunado , e na oportunidade, o mesmo dirigiu as seguintes palavras ao Chefe de Segurança Claiton Junior:”

“ ‘Alertado sobre a paralisação desta categoria, o Secretário [da Sejus] já está de olho nisso, e já tem uns PMs prontos para trabalhar. O pessoal da inteligência já está agindo para ver quem vai aderir ao movimento, e pode ter certeza que haverá demissões.  Esse movimento não vai pra frente!’ ”, registraram os servidores.

30/10/2015

Comentários (0)

Não há comentários

Comente esta matéria

  • :: Os ítens com asterisco ( * ) são campos de preenchimento obrigatório.
  • :: Os e-mails dos usuários não serão divulgados no site.



© 2009 - Jornal a Tribuna Online
Rua Rio Grande do Norte, 1.745 - Vilhena-RO / Fone: 69 3322-1919 - 8447-1818