Rondônia, 24 de Setembro de 2017

CPI de Crimes Cibernéticos aprova requerimento de autoria de  sua presidente Mariana Carvalho

­­A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) de Crimes Cibernéticos aprovou nesta terça-feira (25)  requerimento de autoria da deputada Mariana Carvalho (PSDB – RO) que é presidente do colegiado.

Ela requer o compartilhamento de todo o material  produzido pela CPI da Pedofilia, encerrada no Senado em 2010 com o objetivo de agilizar as investigações na Câmara.

De acordo com tucana, essa medida será fundamental para investigar e apurar a utilização da Internet para a prática desse crime e a relação com o crime organizado.

Mariana Carvalho fez outro pedido, convidando o senador Magno Malta, que presidiu a CPI que investigou os tais delitos, para prestar depoimento. Na quinta-feira (27), às 9h30, serão ouvidos  representantes do Google, Facebook, Yahoo e Twitter

 “As vítimas diretas dessas condutas são as mais diversas, mas suas nefastas repercussões alcançam, indubitavelmente, toda a sociedade”, alegou  a congressista, acrescentando que para que esta CPI da Câmara cumpra satisfatoriamente o relevante papel de que foi incumbida, é necessário que se faça um diagnóstico

adequado dessa situação.

Quem deverá ser convidada também é a atriz Carolina Dieckmann para prestar depoimento. Em maio de 2012 a artista foi vítima de extorsão praticada por meio da internet e teve fotos íntimas divulgadas na rede.

A grande repercussão causada pelo episódio levou à apresentação de um projeto que deu origem a uma lei sancionada em novembro do mesmo ano.

Com isso, passaram a ser criminalizadas as condutas de se invadir dispositivos de informática, com agravamento da pena em caso de divulgação do material obtido ilegalmente.

27/08/2015

Comentários (0)

Não há comentários

Comente esta matéria

  • :: Os ítens com asterisco ( * ) são campos de preenchimento obrigatório.
  • :: Os e-mails dos usuários não serão divulgados no site.



© 2009 - Jornal a Tribuna Online
Rua Rio Grande do Norte, 1.745 - Vilhena-RO / Fone: 69 3322-1919 - 8447-1818