Rondônia, 24 de Junho de 2017

Mariana Carvalho defendeu mais segurança para crianças e adolescentes

­Uma das prioridades  da deputada Mariana Carvalho quando assumiu o cargo de presidente da CPI dos Crimes Cibernéticos, no ano passado, foi defender que crianças e adolescentes sejam orientados para usar a internet.

A parlamentar demonstrou essa preocupação com base em dados de uma pesquisa do Comitê Gestor da Internet que apontou dados preocupantes sobre a vulnerabilidade desse público na rede de computadores.

De acordo com a consulta, cresceu o acesso por meio de dispositivo móvel da faixa de 9 a 17 anos, revelando que 57% acessam do próprio quarto sem a supervisão dos pais, enquanto 79 % têm perfil nas redes sociais.

Com essa exposição, os internautas podem ser abordados por adultos com intenções criminosas, inclusive se passando por crianças com perfil falso, aumentando dessa forma os casos de pedofilia.

O Brasil é atualmente um dos países campeões na produção de imagens de crianças e adolescentes destinadas para a prática desse crime, segundo a congressista que se mostrou surpreendida  com o aumento do número de casos de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

Diante dessa realidade, a CPI passou a ter uma sub - relatoria exclusivamente para tratar dessa questão, embora o colegiado tenha sido instalado para apurar crimes financeiros.

Em setembro de 2014, a operação IB2K da Polícia Federal, desarticulou uma quadrilha suspeita de desviar pela internet, mais de R$ 2 milhões de correntistas de vários bancos, utilizando parte desse dinheiro na compra de armas e drogas.

“Não estamos defendendo a censura na internet, até porque lutamos pela liberdade de expressão, mas não podemos deixar que o mundo virtual se torne  um espaço  sem lei com criminosos impunes, e ainda fazendo como vítimas crianças e adolescentes indefesos”, salientou a tucana.  

Mariana Carvalho destacou que a sociedade deve ficar mais vigilante em relação a esse tema, inclusive o setor educacional. Na visão da deputada, que integra a Comissão de Educação da Câmara, é importante que crianças e os adolescentes sejam orientados sobre o uso correto da internet.  “Essa orientação deve começar dentro de casa e na própria sala de aula”, concluiu.

04/04/2016

Comentários (0)

Não há comentários

Comente esta matéria

  • :: Os ítens com asterisco ( * ) são campos de preenchimento obrigatório.
  • :: Os e-mails dos usuários não serão divulgados no site.



© 2009 - Jornal a Tribuna Online
Rua Rio Grande do Norte, 1.745 - Vilhena-RO / Fone: 69 3322-1919 - 8447-1818