Rondônia, 17 de Agosto de 2017

Deputado Dr. Neidson quer Integração Rondônia e Bolivia e mais só discurso

­(David Casseb – Trinidad – Bolívia) - Ao discursar na sede da Assembléia Legislativa do Departamento do Beni (Bolívia), o deputado Dr. Neidson (PTdoB), disse que espera que todas as negociações e decisões tomadas durante esses dias de integração entre Rondônia e Beni não fiquem somente nos discursos e na boa intenção. Discursando em espanhol, Neidson afirmou que agora, ao que parece, “a coisa vai ser levada à frente” com promessas para o desenvolvimento de um mercado altamente promissor para os dois lados.

O parlamentar participa da “Caravana da Integração”, como está sendo chamada a comitiva rondoniense composta por mais de 60 veículos e aproximadamente 200 pessoas, entre eles 18 deputados estaduais, que está na cidade de Trinidad, capital do Departamento do Beni, na Bolívia, desde domingo (15). Negociações entre os dois governos estão sendo desenvolvidas desde 2011, na tentativa de legalizar um corredor de exportações e importações, entre a Bolívia e Rondônia, interligando as cidades de Costa Marques e Trinidad por uma carreteira (estrada) que hoje se encontra precária, e com uma balsa em Costa Marques para atravessar o rio Guaporé.

Na parte da tarde, em reunião com os ganadeiros (fazendeiros) bolivianos e empresários brasileiros, Neidson ouviu também dos “hermanos” o pedido para que o corredor com a Bolívia também seja feito de Guajará-Mirim até Trinidad, passando por Guayará Merin e Ribeiralta. Dessa forma, segundo eles, todo o norte do Estado do Beni terá condições de comércio com Rondônia.

Um dos itens analisados para fazer parte da comercialização entre os dois países é o sal que é retirado do salar de Ayuni, distante cerca de 1.000 quilômetros de Guajará-Mirim. O valor, hoje, sem incentivos de isenção, é igual ao do sal comprado do Rio Grande do Norte, porém com a diferença de que o sal do Nordeste fica a 4.000 quilômetros, o que faz a diferença no frete.

O deputado disse ser um grande defensor da integração com a Bolívia, não só no âmbito comercial, mas também no setor social e cultural. “Hoje, nós temos aproximadamente 25 mil estudantes brasileiros fazendo faculdades na Bolívia. Temos que estreitar relações com um vizinho que cuida dos nossos filhos , dando-lhes oportunidade de um futuro melhor “ disse Neidson.

13/12/2015

Comentários (0)

Não há comentários

Comente esta matéria

  • :: Os ítens com asterisco ( * ) são campos de preenchimento obrigatório.
  • :: Os e-mails dos usuários não serão divulgados no site.



© 2009 - Jornal a Tribuna Online
Rua Rio Grande do Norte, 1.745 - Vilhena-RO / Fone: 69 3322-1919 - 8447-1818